Os pescadores de emenda de Ribeirão Pequeno - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:23/03/18 6:06 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosPesca e Lavorura

Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2006 | 3 comentários

A pesca com redes lançadas em forma de círculo, denominada pesca de emenda era uma atividade das mais utilizados na Lagoa Santo Antônio dos Anjos.
Os pescadores saiam cedo do porto, entre três a cinco a horas da madrugada para a grande empreitada do dia, na chegada na lagoa às canoas de rede se dirigem mais para o fundo, procurando cardumes a fim de lançar as redes.

Os pescadores de emenda de Ribeirão Pequeno 1Os tarrafeiros numa expectativa de um bom lance, aguardavam o sinal das canoas de redes “o capataz”, para bater na água e cercar o peixe em direção das redes.
Um bom lance era sinal de alegria e nas primeiras tarrafadas já tinha uma posição se o lance seria produtivo. Os tarrafeiros quando é fundo pescam da canoa, mas normalmente ficam na água segurando a canoa e tarrafeando no cerco.
Lançada a tarrafa, é uma sensação vitoriosa sentir o peixe bater na tarrafa, sinal de alimento para a casa, com a água clara se vê o peixe passar. Após alguns minutos do cerco fechado, começa a se fechar o cerco em forma de caracol, as vezes com um ou dois trolhador. Quanto mais se fecha, mas peixe os tarrafeiros vão pegando. Um espetáculo de animação e satisfação pela vitória ao alimento capturado.
Finalizando o cerco, enquanto as canoas de rede recolhem as redes, e os peixes capturados, os tarrafeiros aproveitam para guardar os peixes, que não devem ficar expostos ao sol. Tomam um bom café e já se preparam para um novo lance de emenda.A jornada diária no mar é determinado pela condição do vento, normalmente se consegue três a quatro lance “bom” no dia. A diversidade de peixe era variado, mas a maioria era a tainhota, também gordinho, corvina, peixe-rei, bagrinho, e outros. Numa pescaria lembro de um lance de pampo na emenda do João Raimundo, era extraordinário a quantidade que vinha na tarrafa, meu irmão Joel, um excelente tarrafeador, alastrou a canoa com os pampos, de encher balaios.
Fato significativo era quando em um bom lance o tarrafeiro pegava o famoso bagrinho, ele enliava toda a tarrafa e a pressa de livrar a tarrafa para um novo lançamento deixava o pescador enfurecido com os “bagrinhos”.
As dificuldades se superavam quando a canoa ficava lastrada de peixe, visão inesquecível para quem já pescou de emenda. Antes de ir embora as canoas dos tarrafeiros se dirigiam ao capataz para repartir o peixe, porque uma parte da pesca fica com a turma da emenda.O Porto ficava movimentado com a chegada dos pescadores da emenda

Hora de ir embora, vento nordeste as canoas voltavam ao Ribeirão em comboio, um espetáculo de velas brancas, azuis de tecido americano, seguem em direção ao riacho da goela e ao rio, logo chegam no porto onde o pessoal esperava para ajudar, comprar peixe e até os meninos trocavam peixe por bolinho. O porto principal do ribeirão ficava movimentado com a chegada da turma da emenda. A pescaria de emenda foi uma atividade importantíssima para nosso distrito, pois o peixe é um alimento principal nas comunidades ribeirinhas.

Alguns capatazes de emenda de Ribeirão Pequeno.
Brás Felix
Manoel Salvador
João Neca
Satorno Paz
Chico Manoel Paz
Manoel Limas
José Patricio

Fato importante a destacar era a devoção dos pescadores a São Brás, que recebia um meio quinhão da produção dos peixes que os pescadores pegavam.

Os pescadores buscam o alimento para suas famílias, tiram da natureza o seu sustento. Preservar a natureza é condição essencial para a existência do pescador que busca esse alimento.

Enviado por: Jurandir S Figueiredo

Comentários
1 – Marcos da Rosa 05/02/2007
Parabéns ao autror do texto referente a emenda. ja tive a oportunidade de paticipar de uma, foi algo inesquecível.

2 – Fabio 02/11/2007
Jurandir, você fez uma narrativa legal sobre a pesca de emenda, muitas lembranças vem a cabeça quando lemos esse texto. Quem já foi a uma pescaria dessa não esquece … e esse registro serve para perpetuar essa atividade… Muito legal

3 – marcos aurelio barzan 20/02/2009
Gostei. É muito importante o registro de matérias vividas pela comunidade do Distrito de Ribeirão Pequeno. Tenho boas lembranas dá época em que joguei futebol pelo Riachuelo. Um grande abraço a todos os organizadores deste site. Felicidades. Recordar é viver.



Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário