JOÃO EUFRÁSIO DE FIGUEREDO - DADOS BIOGRÁFICOS – Parte I - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:20/03/18 2:15 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosGente da Terra

Quarta-Feira, 04 de Abril de 2007

ORIGEM: RIBEIRÃO PEQUENO
Descendente de colonizadores açorico-madeirenses chegados à Laguna no ano de 1752, filho de Eufrásio Manoel de Figueredo e de Joana Fortulina de Jesus, João Eufrásio de Figueredo nasceu em 09 de janeiro de 1902, na localidade de Ribeirão Pequeno, município de Laguna, Estado do Santa Catarina. Seu pai era agricultor, e ele viu-se desde cedo na atribulada e difícil vida da agricultura familiar, dispondo de terras inférteis e sem os instrumentos adequados para o trabalho. No período escolar, demonstrou uma inclinação para os estudos no que foi incentivado por seu professor primário para prosseguir na escola de Laguna, porém seu pai não concordou porque “precisava de braços na lavoura”, e ele ainda carregava no ombro a responsabilidade de ser o “filho mais velho”. Foi sua grande frustração que ele viria a confessar depois, sentir-se realizado, por ter proporcionado a seus filhos o que ele não teve, a oportunidade de estudar. E mais do que isso, foi presença constante, apoiando e incentivando todo o processo escolar de cada filho, sem medir esforços.

Como todos na comunidade, não teve infância, pois todo o tempo disponível era consumido nas lides da lavoura e criação. Primogênito de nove irmãos, envolveu-se ainda criança na comercialização dos produtos produzidos pela família, no grande pólo econômico da região que era a cidade de Laguna. Em princípio na companhia de seu pai, que apesar de analfabeto, lhe transmitiu alguns segredos na arte do comércio.

Aos poucos seus contatos comerciais foram se ampliando e ele tornou-se conhecido naquele rudimentar seio empresarial a que pertencia. Aos dezesseis anos, já era notado pelos comerciantes estabelecidos na região, e por conta disso recebeu um convite para trabalhar na firma dos Martins, importante entreposto comercial localizado no Porto de Laguna, onde mantinha grandes depósitos de secos e molhados que eram comercializados na região central do Brasil, através do porto do Rio de Janeiro. Para o transporte marítimo, a empresa dispunha de navios próprios.

Na sede daquele complexo comercial, João exercia sua atividade principal que consistia em medir a cubagem de toras de madeira adquirida pela empresa, procedente da região serrana. Diga-se de passagem, atividade que era dominada por poucos, dada a complexidade de cálculos que a envolvia.

Enviado por: Seu Filho Geraldo Figueredo



A última modificação foi feita em:março 11th, 2019 as 11:54 PM


Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário