Construtor numa obra da praia - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:2/04/18 1:39 PM por: Jurandir Figueiredo Poesias de RibeirãoHistórias e Fatos

Domingo, 23 de Novembro de 2008

Ah, quanta vontade!
Vontade de caminhar despreocupado
Entre tantos que caminham na areia!
Ah, que ânsia de liberdade!
Que maciez no solo!
Que frescor deste vento que acaricia a face!

Mesmo com o sol em sua intensidade
Já não maltrata, não fere,
Pois o vento ao soprar
Faz sua regulagem.

As pessoas que caminham, sem pressa,
Talvez não suportem correr,
Ou já cansaram de muito fazer.

Assim, qualquer adulto
Vira criança de verdade,
Corre, pula, mergulha
Livre dos compromissos,
Das responsabilidades.

É bom este viver
Mesmo não sendo minha realidade.
É bom sonhar
Para encontrar a felicidade.

Enviado por: Manoel Liones Adriano

Posts Relacionados



Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário