AS GOTEIRAS - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:2/04/18 5:26 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosArtigos e Notícias

Quarta-Feira, 14 de Março de 2007 |

Chega o verão..De certo que teremos dia quente e logo depois o temporal. Nuvens pretas apareceria como o tal Logo corríamos para recolher roupas do varal. E pegar lenha seca no quintal. Começava a chuva, relâmpago e trovão. Resava-mos para Santa Barbára com toda devoção. Goteira pra todo lado e até em cima do fogão. Minha casa era simples como todas em Ribeirão. Acendia-se vela Goteira em cima dela. Como barraco de favela. Vazilha pra todo lado,prato bacia e penela. As vezes até gamela. Vamos queimar palha benta. Santa Bárbara nos a calenta. Eram muitas goteiras,mais de quarenta. A cachoeira enche com as águas deslisando. Levando tudo pela frente sem nenhum comando. Meu pai no canto da casa com o seu pito fumando. Pois não podia fazer nada, e com nós brincando. Aumentava as goteira. O telhado era como peneira. Pingava em cima de nós deitado na esteira. Minha mãe rezava para São Braz e São João. Com sua fé seria a salvação. Assim eu vivi no meu velho Ribeirão. Mesmo morando longe sempre estará no meu coração.

Um abraço a todos os Ribeironense.

Enviado por: Filho do Ribeirão

Posts Relacionados



A última modificação foi feita em:março 11th, 2019 as 7:28 PM




Comentários



Adicionar Comentário