Ribeirão Pequeno - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:2/04/18 5:36 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosPoesias de Ribeirão

Sábado, 16 de Dezembro de 2006

Ribeirão que correu forte
hoje está enfraquecido,
mas em nossos corações
tu continuas querido,
Dizem que tu és Pequeno
Mas pra muitos es crescido
Tu naceste lá encima,
E nunca tiveste cansaço
Entre pedras e cipós
Tu chegasse aqui embaixo,
E seu povo hospitaleiro
Te recebe com abraço.
Encontras água salgada
até você se acostumar,
Mas Deus sabe o que faz,
Deu camarão pra pescar,
Alimentando os seus filhos,
E dinheiro pra gastar.
Só falta cuidar melhor,
Alimentando com carinho,
Não deixando vc secar
Para não morrer sozinho,
Não poluindo suas águas,
Que já foi o nosso ninho.
Ribeirão das lavações,
Se falaste tu dirias,
Com orgulho e com carinho,
Todo amor que sentias,
Quando uma dona de casa,
De manhã tu recebia,
Com um balaio nas costas,
Cheio de roupas ali estava,
De joelhos em um lavador,
Todinho feito de tabua,
Começava a cantoria,
E você acompanhava
Com seu barulho tão forte,
Descendo tantas ladeiras,
Entre pedras e cascatas,
E até em capoeiras,
Ribeirão que me refiro,
É nossa linda cachoeira..

Enviado por: Marcio Corrêa

Posts Relacionados



Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário