Obra da estrada do Bananal recebe levantamento topográfico - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:4/07/18 2:20 PM por: Jurandir Figueiredo Artigos e Notícias

Publicado em 04/07/2018

Nos próximos dias, o diagnóstico do relevo, morros, curvas, conhecido técnicamente como topografia da estrada do Bananal até a Ponta do Daniel, será concluído pela empresa responsável pela pavimentação asfáltica. O trabalho é a primeira fase da obra. Com o levantamento será traçado o andamento das melhorias.

A obra receberá investimentos do governo do Estado que totalizam R$ 3.907.756,79 milhões e contrapartida do Governo Municipal de R$ 366.437,17.

A placa com as características da obra já foi implantada. A expectativa é finalizar a pavimentação até o final do ano.

Obra da estrada do Bananal recebe levantamento topográfico 1Os moradores devem ficar atentos, pois o trânsito será modificado em determinados trechos. A estrada tem aspecto peculiar por estar localizada entre a lagoa Santo Antônio, morros e residências. De acordo com a secretária de Planejamento Urbano, Silvânia Cappua Barbosa, alguns trechos onde a estrada é muito estreita não será possível ter calçada.

Num total de 4,8 quilômetros de extensão, a nova estrada irá beneficiar mais de 500 famílias das quatro localidades, além das outras três que ficam no distrito, Parobé, Ribeirão Pequeno e Ribeirão Grande. O segundo trecho de 3,2 quilômetros, da Ponta Daniel ao Parobé, já está com o projeto de pavimentação asfáltica pronto, entregue pela Amurel.

A nova estrtura da estrada que liga o Bananal à Ponta Daniel, contempla drenagem pluvial (para escoamento da água da chuva), pavimentação asfáltica, passeio público (calçadas) e sinalização turística.

A obra é uma antiga reivindicação da comunidade, formada principalmente por pescadores e agricultores, que sofrem com a poeira, buracos e problemas que a estrada de chão batido enfrenta em dias de fortes chuvas.

Recursos do Governo do Estado

A obra tem prazo para ser executada em sete meses, prevista para finalizar em dezembro deste ano, no máximo em janeiro de 2019.

De acordo com Emerson Beckhauser, engenheiro da empresa Confer, responsável pela obra terá seus transtornos como qualquer outra, principalmente porque em alguns trechos estreitos da rodovia terá que ser planejada uma estratégia de viabilidade para todos. “Estamos aqui dispostos a mostrar que executaremos uma obra de qualidade, com seriedade e comprometimento. Contamos com o apoio e ajuda da comunidade para entender os transtornos que fazem parte de uma obra”, salientou.

Fonte: Prefeitura Municipal de Laguna



A última modificação foi feita em:março 18th, 2019 as 2:20 PM


Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário