O Carro de Boi - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:23/03/18 10:11 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosPesca e Lavorura

Terça-Feira, 26 de Setembro de 2006 |

O carro de boi é um dos mais antigos e simples meios de transportes, ainda é usado nos meios rurais, para o transporte de produtos da agricultura e outras cargas. Foi trazido para o Brasil pelos colonizadores portugueses. O carro de boi é composto por duas rodas, uma mesa de madeira com cabeçalho, cheda na qual são introduzidas os fueiros. As rodas são feitas de madeira resistente, com um anel de ferro de forma circular nas extremidades para garantir maior resistência.
A mesa possui cerca de três metros de comprimento por um e meio de largura. O cabeçalho, mais comprido, que serve para se fixar a canga ao carro com uma correia de couro chamada de broxa. Os carros de boi de nossa região são puxados por uma junta de dois bois, que trabalham um ao lado do outro unidos pela canga. Morro abaixo ou acima os Bois levam os carro, com mandioca, feijão, milho, batata, banana, lenha, farinha, cachaça enfim toda produção da lavoura ou carga de qualquer natureza.
Todos os bois são nominados lembro de alguns nomes como: Brazino, Queimado, Morinho, Salino, Mansinho, Barroso, Dourado, Pretinho, branco, macaco, Chitão, Machado, Estrelo, Baio, Malhado, Mimoso e muitos outros…
O condutor do carro que comanda os bois é chamado de carreiro, usa uma pequena vara e uma fala própria com palavras de comando, os bois se acostumam, que muitas vezes um simples chamado os bois atendem.
Acompanhei a construção de varios carros de Boi, meu avô Avelino Manoel Jeronimo, sempre teve carro de Boi, como tambem meu pai Sebastão Figueiredo que construi muito carro de boi. Tambem lembro do Seu João Vechi nosso visinho, que muito carro construiu, uma tarefa que era um pouco trabalhosa era ferrar a roda, pois o ferro tinha que estar em brasa para ceder e entrar no rodado de madeira bem apertado, tinha que ser rapido e agil no momento certo de colocar a água para esfriar…ficava perfeito nunca vi ferragem sair de uma roda de carro de boi aqui no Ribeirão.
Nos morros e caminhos do Ribeirão era comum se ouvir cantigas de carros, um som estridente característico que se ouvia de longe, um canto bonito nos caminhos, indicando muito trabalho e produção na lavoura.

Enviado por: Jurandir da Silva Figueiredo

 

O Carro de Boi 1

O Carro de Boi 2

O Carro de Boi 3

O Carro de Boi 4

O Carro de Boi 5



A última modificação foi feita em:março 12th, 2019 as 12:07 AM


Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário