MOLHADO DE MAR - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:2/04/18 1:56 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosPoesias de Ribeirão

Domingo, 23 de Novembro de 2008

Estou nos molhes
Olhando o mar.
O mar molhou-me.
É mágico o mar
Como é mágico amar.

O mar em mareta
Nas pedras rebenta
Que faz respingar.

Sentado na pedra
Observo atento
Quão é imenso
O nosso mar.

O mar em marola
Afronta os barcos
Que vão e que vêm
Cortando este mar.

O mar é belo.
O mar é forte
Quando agita
O mar é de morte.

Enviado por: Manoel Liones Adriano

Posts Relacionados



Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário