Incêndio destrói a escola de Ribeirão Pequeno - Laguna - SC - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:20/03/18 12:00 AM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosEducação

Sábado, 07 de Março de 2009 | 2 comentários

Fogo durante a madrugada atingiu três salas, direção, secretaria e biblioteca.
Um incêndio durante a madrugada desta sexta-feira destruiu salas de aula e outras instalações da Escola de Educação Básica Gregório Manoel de Bem, da localidade de Ribeirão Pequeno, no interior de Laguna, no Sul do Estado.

Incêndio destrói a escola de Ribeirão Pequeno - Laguna - SC 1Peritos da Polícia Civil estiveram no local para tentar descobrir o que causou o fogo. As hipóteses mais prováveis são o curto-circuito na instalação elétrica e, principalmente, um fogão à lenha que teria ficado aceso durante a noite. O utensílio fica em uma pequena cozinha usada por sete operários que trabalham na obra de ampliação e reforma da escola. O fogo começou próximo dali.

Um pescador que passou em frente à escola estadual por volta da 1h disse ter notado uma fumaça perto do telhado, mas imaginou que se tratava de fogo num matagal próximo.

Às 3h, os moradores da comunidade acordaram com o clarão e o barulho do grande incêndio que tomava conta de quase toda a escola.

Caminhões do Corpo de Bombeiros de Laguna e Capivari de Baixo foram acionados, mas tiveram dificuldades de chegar rápido ao local por conta das péssimas condições dos 12 quilômetros de estrada de chão entre a BR-101 e a comunidade onde fica a escola. O trabalho dos bombeiros foi fundamental para livrar do fogo cinco salas de aula e a cozinha da instituição.

A diretora Maria do Rosário Adriano não teve coragem de chegar próximo da escola durante o incêndio. Ela só foi ao local pela manhã e precisou ser amparada por amigos.

— É triste ver tudo isso, são quase 42 anos de história que o fogo queimou — disse, com os olhos em lágrimas, a ex-estudante da escola e funcionária há mais de 30 anos.

O incêndio deixou como saldo a destruição total em três salas de aula, sala da direção, secretaria e biblioteca.

A partir de segunda-feira, pais e professores se reunirão com a Gerência de Educação para encontrar locais disponíveis para as aulas dos 280 estudantes dos ensinos fundamental e médio.

Fonte: Diario Catarinense – dia 07/03/2008

Enviado por: Jurandir Figueiredo

 

Comentários
1 – Eneida C F Minchen 22/03/2009
Eu fiquei muito triste com essa notícia. É uma parte da nossa história de vida. Nunca vou esquecer o meu primeiro dia de aula nesta escola em 1983, eu então com seis anos. A dona Nena (Mária do Rosário) foi minha primeira professora e imagino que pra ela esse acontecimento foi um verdadeiro choque. Espero que o Ribeirão se recupere e reconstrua essa escola.

2 – Carla 03/07/2009
muito triste……



A última modificação foi feita em:março 14th, 2019 as 5:54 PM


Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário