DOCUMENTOS ANTIGOS DISTRITO DE RIBEIRÃO PEQUENO – Parte II - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:2/03/18 12:32 AM por: Jurandir Figueiredo Documentos históricos

Quarta-Feira, 04 de Abril de 2007

Quando procurava a origem da minha família, numa busca que durou cerca de 8 anos, passou pelas minhas mãos muitos documentos. Coloquei-os numa ordem cronológica procurando identificar a origem. Depois abri um arquivo no meu micro e fui fazendo uma transcrição do conteúdo de cada documento para selecionar somente o que me interessava. Essa transcrição foi feita com alguma dificuldade porque o texto manuscrito é de difícil leitura, quer pelo estado em que se encontram, quer pela escrita da época, que usava muitas abreviaturas que desconheço. Portanto, não me prendi muito em fazer uma transcrição caprichada. Não que esses documentos não sejam importantes. Pode e deve interessar a muitas pessoas, pois esclarece a origem de algumas das primeiras famílias que estabeleceram no Ribeirão. Pequeno, quem veio, em qual navio, etc, e sobre um variado assunto que vai desde 07.03.1768 até 22.09.1900. Ou seja, um período que representa um buraco negro na história da região e do próprio Brasil. Possuo xerox de cada um desses documentos e poderei reproduzi-lo a quem interessar.

Geraldo Figueredo – Autor do Estudo da Árvore Genealógica da Família Figueiredo

 

DOCUMENTOS ANTIGOS DISTRITO DE RIBEIRÃO PEQUENO – Parte II
12.12.1774 (Dico) – … pelo que faz Manoel Roiz Carneiro(?). Aos doze dias do mês de dezembro de mil setecentos e setenta e quatro … presidente e mais oficiais da Comarca ali por testemunhado pagar a Sra. Rosa Maria o sítio que havia comprado a Manoel Rodrigues Carneiro … feito logo apareça a dita quantia de cinqüenta mil e duzentos reis e quatrocentos réis … de cujo dinhe9ro seu tio e mulher … p9or paga e satisfeita três palancha … a posse que tem … no dito sítio … do comprador na mesma forma que … sítio como assim se fez assino a seu rogo Alfredo Manoel Teixeira Machado Manoel Freitas … e escrevi. Ass. Manoel Teixeira Machado.

05.06.1786 (DICO) – Senhores (abrev.) do Nobre Senado: Diz Rosa Maria de Jesus, viúva que ficou do defunto Francisco Machado Nunes que ela Suplicante (abrev.) quer que vosmecês (abrev.) lhe mandem que o demarcador lhe vá ao seu sítio a demarcar-lhe pelos rumos que lhe forem dados na forma que correrem … porque não pode trabalhar por causa de não saber se prejudicará os seu (vizinho?) Antônio Roiz de Figueredo … pelo que
R. a vosmecês (abrev.) sejam servidos mandarem que o demarcador passe o sítio da supllicante (abrev.) a demarcar-lho como for justo. E. R. M.
DESPACHO: (?) Repostiando 128 para a referida medição …Depósit(tário?) Francisco Xavier Fernandes para poder ser pago o Demarcador pagar selaria este passe a fazer a demarcação requerida na presença dos … Laguna, 5 de junho de 1786. Seguem-se 7 assinaturas.
Fls. 2
Manoel Davilla Nunes, Capitão da Cavalaria Auxiliar, Demarcador das terras de sesmarias desta Vila de Santo Antônio dos Anjos da Laguna em seu turno por ordem do Brigadeiro e Governador dessa Capitania,
Certifico que em virtude do despacho retro dos Senhores Senadores desta Vila passei a paragem denominada Parobé, Sitio da viúva Rosa Maria de Jesus e aí … a suplicante e ANTÔNIO RODRIGUES DE FIGUEIREDO lhe … que divide a dita viúva com o sobredito ANTÔNIO RODRIGUES seu … pela parte do sul e lhe finquei marcos… de um monte ao rumo de Noroeste… e pela parte do N entre a dita viúva e seu filho Vital da Silveira lhe estimei sua extrema ao mesmo rumo pondo-lhe marco de pedra até altura de cem braças com cujas divisas se deram todos por satisfeitos e ser verdade do referido e me ter pedido a presente Certidão lhe mandei passar … por mim assinada nesta Vila da Laguna aos l5 de junho de 1784. Declaro… assinam comigo … Antônio Rodrigues com seu nome e Vital da Silvleira com sua cruz seu sinal. Seguem-se assinaturas.
Fls.3
Saibam quantos este públicio instrumento … procuração bastante virem período certo .,.. mil setecentos e oiteenta e treis annos …Nesta Vila de Santo Antônio dos Sanjos da Laguna em Cartório de mim Capitão?) adiante nomeado ali apareceu o Tenente Manoel Henrique … aqui nomeada … me foi dito perante a tes adiante nomeada … … na melhor forma de direito elegia ordenança e constituía por oportuno ………comprido por si ……Manoel Teixeira … geral e especial quem bastante em Direito. … que todos juntos ,,, a justiça e fora dele, digo, ……..que por qualquer via possa pertencer …… demandar perante a justiça competente e contra eles oferecer petições, libelos … contrariedades sumária… que em direito ….. faleceram em outras ……faça nesta Vila da Laguna aos dois de março de l773 anos. Emanuel de Freitas Noronha Tabelião do publicou inicialmente que o escrevi e assinei . Segue se um demonstrativo de contas com a data de 10 de maio de 1775. Assinatura.

23.08.1786 (DICO) – Sr. Governador: O suplicante não …dos … com esta data detém como sua de posse da terra … pretendia comprar por compra que … seu pai … por metros … de debaixo de tempo certo, e dentro dele requerer a concessão de sesmaria … Como pelos documentos juntos se vê o suplicante está de posse de 150 braças de terra de frente com 300 de fundos que as houve por herança de seu pai, que as havia comprado, e outrossim se vê pela informação do E sor/am da Real Fazenda que serve de Prov./or da mesma datada de 23 do corrente, que ao suplicante não compete data de terras por virtude das Reais Ordens; concede ao Supte. O uso das referidas terras tão somente por tempo de seis meses para, dentro deles me apresentar concessão da Carta de Sesmaria de (ilegível) do Estado, que é só quem lhe pode deferir, e a quem deve recorrer imediatamente. Desterro, 30 de agosto de 1786. Segue Ass.
Fls. 2
Inv´ do Senado
Diz José Roiz, morador da Freguesia desta Vila que ele obteve o Retro despacho devm. Proferido nos documentos juntos a 16 de Novembro do presente ano para responder (Mathem Mir´Seme?) o qual logo que teve notícias do determinado q.vim~ se ausentou de forma que por mais diligências que seja feito o suplicante não é possível comparecer e como o … pobre e miserável e não tem como despender com requerimentos judiciais requer a V. M~ se dignem haver q. respondido o Sup./do vista a sua rebeldia como é (notório?) informando ao P. Gov. com as mais respostas com fez deste documento p. o N. Snr pela sua alta (piedade?) deferir ao supl/e. como for junto. P. ª V. M. se dignem deferir em atenção ao exarado. E. R. M.
Fls. 3
Sr. Brigad~~ Gov. Como resposta dos herdeiros … falecido Luiz … e dos (ilegível) vim informar-vos de V. S. que determinará a uqe for servido. Lag.~~ em …. 17 de dezembro de l785. Ass. Amaro da …Bittencourt (Ilegível), Antônio Nunes, Joaquim José Nunes Manoel … de Azevedo.
Fls.4
… Provedor: Em cumprimento do despacho (abreviatura) passei … de parte do sítio contendo neste requerimento no qual fiz medição tanto na frente como nos fundos presente Mathias José de Crasto .. que havia presenciado as … que tinha feito o defunto Luiz da Costa sogro do José de Crasto quando vendeu ao pai do suplicante, e pelas mesmas divisas e medi, .. Ter de … defender cento e .. no travessão dos fundos tem somente cinqüenta pela divisa em … o pai do supli.~ comprou; e neste mesmo sítio pela parte do N se acha vivendo em quarenta braças de frente com cinqüenta de fundos pertencente ao mesmo sítio. Izabel do Carmo com seu genro José Vaz … ao que sei pretendem … os fundos … quarenta braças cheguem ao … e chegarem as dos sup.~Laguna (?) 25 de … de 1786. Ass. Manoel Ávila Nunes…
Despacho: Conforme o Cap.~ demarcador Manoel de Ávila Nunes, V.tº nas Ter sido ouvido, … Senado da Câmara declarando o (número?) certo de braças a frente e fundos, quem … as terras q. o sup.~ comprou e pode conservar. Desterro, 28 de (janeiro?) de 1786. Segue ass.

Enviado por: Arquivo de Geraldo Figueredo



A última modificação foi feita em:março 12th, 2019 as 12:44 AM


Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário