A Buzina de vender peixe - Distrito de Ribeirão Pequeno

publicado em:23/03/18 9:38 PM por: Jurandir Figueiredo Histórias e FatosPesca e Lavorura

Terça-Feira, 26 de Setembro de 2006 | 1 comentário

Ribeirão Pequeno uma comunidade com forte tradição pesqueira, atividade das mais desenvolvidas na região do distrito.
No passado época de fartura de peixe, as emendas chegavam ao porto com muito pescado. Com farta produção o comércio do peixe era uma atividade importante para a geração de renda da comunidade, uma estratégia de propaganda de certo modo inédita era a buzina “instrumento de cifre de boi cortado na ponta” que soprado saia um som extremamente alto, uma buzinada era ouvida bem de longe.

As canoas da emenda quando se aproximavam do Ribeirão, por volta do porto do Parobé, os pescadores começavam a buzinar e anunciar peixe para vender, também no porto o ritual da buzinada continuava e os moradores já sabiam que era o sinal oferecendo peixe.

A Buzina de vender peixe 1

Na estrada as carroças de peixe também faziam a rota da estrada usando a buzina para anunciar sua chegada trazendo peixe para vender. Recordo da buzina da carroça de seu Tido da Figueira, e também do som das buzinas no porto. Lembrar destes fatos nos faz refletir sobre a grande criatividade de nossa gente na simplicidade das ações, desenvolvendo um forte instrumento de propaganda para o comércio local.
Não se houve mais a buzinada oferecendo peixe, mas com certeza essa matéria, mostra um fato histórico do comércio do pescado e as lembranças dos bons tempos de pescaria farta no Ribeirão Pequeno. Um dia conversando com o meu amigo Maneca Babão, ele me disse tens que falar sobre a Buzina, faz isso no site para o pessoal não esquecer… Olha o peixe!!!!

Enviado por: Jurandir da Silva Figueiredo

 

Comentários
1 – Laerte Silva 29/09/2006
Meus avós, Antônia e José Luis Patrício moravam a aproximadamente 1 km da praça, na Colônia de São Braz. Tive a oportunidade de conhecer a chamada para a venda de peixe, o som chegava a casa de meus avós bem audível… isso em 1968… como todo garoto curioso aprendi a tocar (sobrar) o som da buzina. Tinha um nome..não lembro.



Post Tags


Comentários



Adicionar Comentário